sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Primeira Impressão: Prime Suspect US

Numa programação de TV recheada de séries policiais, tentar emplacar mais uma para enfrentar franquias do peso de Lei e Ordem, CSI e NCIS é um trabalho que vai requerer criatividade, bom roteiro e principalmente um ator ou atriz carismático que conduza um elenco de suporte igualmente competente.

Com isso, Prime Suspect tem a surpreendente Maria Bello no papel da Detetive Timoney, uma mulher que batalha num departamento de polícia repleto de homens pouco dispostos a verem alguém do sexo oposto serem promovidos ou terem melhores oportunidades. Nesse ambiente hostil de trabalho, Timoney tem que literalmente se aproveitar das melhores chances (como a morte de um colega policial) que apareçam para poder ser reconhecida.


Baseado na versão britânica que era estrelada por Helen Mirren, eu achei que dificilmente Maria Bello conseguiria sequer se igualar a versão anterior. Entretanto, Prime Suspect US toma um novo e próprio rumo com uma abordagem diferente da série original e criando cenas de ação e de confronto interno intensos, diferente da versão britânica que era mais cerebral e seguia a investigação de um único caso por temporada.

O primeiro episódio de Prime Suspect foi um dos melhores da nova "leva" de séries policiais americanas e bem mais interessante que o improvável Person of Interest. Tomara que não tenha o mesmo destino de Detroit 1-8-7, uma série razoável que não teve o tempo para encontrar seu rumo.




- Posted using BlogPress from my iPhone

Um comentário:

  1. Não vi o original, mas gostei muitos do pro]imeiro episódio de Prime Suspect. Conseguiiram criar uma personagem principal feminina inteligente e bem desenvolvida, cheia de pequenos detalhes que a tornam crível, frágil e extremamente forte ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir